22.4 C
Rio de Janeiro
29 novembro, 2021

Argentina vê dívida com FMI como “obstáculo” e apela por cooperação global

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Buenos Aires, 24 nov (EFE).- O ministro da Economia da Argentina, Martín Guzmán, disse nesta quarta-feira que “o principal obstáculo” para manter a estabilidade da balança de pagamentos do país sul-americano em 2022 é a dívida “que deve ser refinanciada” com o Fundo Monetário Internacional (FMI), e por isso voltou a pedir “cooperação global” para evitar que o problema se repita, inclusive com outros países.

“O principal obstáculo para manter a estabilidade da balança de pagamentos em 2022 é a dívida com o FMI, que deve ser refinanciada com base em termos que permitam que a economia argentina continue se recuperando”, declarou Guzmán no encerramento das Jornadas Monetárias e Bancárias de 2021, evento organizado pelo Banco Central da Argentina.

O país está renegociando uma dívida com o FMI que, de acordo com os últimos dados oficiais de outubro, totaliza US$ 43,294 bilhões, mas persiste a incerteza no mercado devido ao atraso no fechamento do acordo, bem como as condições do negócio.

Guzmán enfatizou que “será muito importante construir mais cooperação global” para resolver questões financeiras pendentes.

- Advertisement -

“Cada país terá que avançar firmemente para resolver estes problemas, mas a cooperação global será necessária para que as condições sejam adequadas para que as soluções sejam encontradas”, disse.

Na mesma conferência, o presidente do Banco Central argentino, Miguel Pesce, ressaltou que “é necessária maior flexibilidade do FMI para gerar novos instrumentos” de liquidez.

Pesce também pediu “maior flexibilidade em prazos e taxas de juros cobrados” dentro dos programas do FMI de facilidades estendidas ou “stand by”.

“É possível que a Argentina seja o primeiro país a requerer assistência desta magnitude, mas não se deve descartar que isso possa acontecer novamente em outras circunstâncias”, opinou Pesce. EFE

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Agência EFEhttps://www.efe.com/efe/brasil/3
A agência EFE é um serviço de notícias internacional criado em 1939 em Espanha. É uma das maiores agências de notícias do mundo, primeira em idioma espanhol e principal provedor de serviços informativos para os meios de comunicação nos países de língua espanhola

Japón vuelve a vetar la llegada de extranjeros al país por la nueva cepa

Tokio, 29 nov (EFE).- El Gobierno de Japón anunció hoy que volverá a vetar la entrada en el país de nuevos residentes extranjeros, así...

Venezuela suma 650 nuevos casos de covid-19

Caracas, 28 nov (EFE).- Las autoridades de Venezuela detectaron 650 nuevos casos de covid-19 en las últimas 24 horas, todos por transmisión comunitaria, informó...

Japón contempla endurecer el control fronterizo debido a variante ómicron

Tokio, 29 nov (EFE).- El primer ministro de Japón, Fumio Kishida, anunció hoy que el país baraja endurecer más sus medidas de control fronterizo...

México reporta 38 nuevas muertes y 1.050 nuevos casos por coronavirus

Ciudad de México, 28 nov (EFE).- México reportó 38 nuevas muertes por la covid-19 en las últimas 24 horas, la tercera cifra más baja...

Vasco encaminha as contratações de Ricardo Gomes e Zé Ricardo

Técnico e executivo já acertaram bases salarias com o Gigante da Colina e devem ser anunciados nesta semana
- Publicidade -

A Culpa é do Cabral recebe MC Carol

A Culpa é do Cabral, mesa redonda de humor consagrada pelo quinteto de comediantes formado por Fabiano Cambota, Nando Viana, Rafael Portugal, Rodrigo Marques e Thiago Ventura recebe MC Carol no próximo episódio inédito.
- Publicidade -