Tiroteio na Califórnia deixa pelo menos dez mortos em Monterey Park, perto de Los Angeles

1 min de leitura
Veículo da polícia perto de uma cena onde ocorreu um tiroteio em Monterey Park, Los Angeles. Foto AP/Jae C. Hong
Veículo da polícia perto de uma cena onde ocorreu um tiroteio em Monterey Park, Los Angeles. Foto AP/Jae C. Hong

Pelo menos dez pessoas morreram e outras dez ficaram feridas neste domingo em um tiroteio em Monterey Park, cerca de 13 quilômetros a leste de Los Angeles,  Estados Unidos , segundo o primeiro balanço do capitão do departamento de polícia, Andrew Meyer.

O tiroteio ocorreu por volta das 22h22, horário local, no sábado (06h22 GMT) em uma casa de dança, acrescentou. O agressor seria um homem que ainda não foi preso e sua descrição ou possíveis motivações são desconhecidas.

“Quando os policiais chegaram ao local, viram que tinha muita gente saindo dali e gritando. Os policiais entraram no salão e localizaram as vítimas”, disse Meyer, citado pelo Los Angeles Times.

A causa do tiroteio está sendo investigada

Ele indicou que é muito cedo para saber se o tiroteio foi um crime de ódio, mas que  o evento será analisado “de todos os ângulos”.  Ele também comentou que esforços estavam sendo feitos para determinar se esse tiroteio estava relacionado a um incidente ocorrido horas antes no subúrbio vizinho de Alhambra, ao norte de Monterey Park.

Testemunhas disseram ao mesmo jornal que o tiroteio ocorreu em uma área onde horas antes  centenas de pessoas haviam celebrado  o Ano Novo Chinês , uma das maiores festividades do gênero no sul da Califórnia por abrigar uma grande comunidade de origem asiática. O autor do crime, segundo os presentes, teria portado  uma metralhadora  e, uma vez esgotado o carregador, substituiu-o por outro. 

O dono de um restaurante na zona onde ocorreu o tiroteio disse, por seu lado, que três pessoas invadiram o seu estabelecimento e pediram-lhe para trancar a porta porque “havia um homem com uma metralhadora” na rua. Outra testemunha citada pelo jornal afirmou ter ouvido “quatro ou cinco tiros” e depois ouviu as sirenes da polícia.

Com informações da Rtve.es

Redacao

Equipe de jornalistas do Jornal DC - Diário Carioca

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Mais Notícias

Ativar Notificações OK Agora não
Which Notifications would you like to receive?