Diário Carioca Google News

Nancy Sinatra refletiu sobre a eleição de novembro nos EUA, dizendo que “nunca poderia perdoar” aqueles que votaram em Donald Trump.

Uma crítica aberta de longa data do ex-presidente, Sinatra também revelou que estava pensando em deixar os Estados Unidos se Joe Biden não tivesse vencido a eleição.

  • LEIA MAIS: Já era hora de Nancy Sinatra merecer – ela é a garota rebelde original do pop

“Nós escapamos”, disse ela ao Guardião sobre a eleição. “Não sei o que teria feito se Biden tivesse perdido. Passou pela minha cabeça mudar para outro país. ”

“ Eu não conseguia acreditar que esta grande nação havia afundado tanto ”, acrescentou ela sobre o mandato de quatro anos de Trump. “Eu nunca vou perdoar as pessoas que votaram nele, nunca. Eu tenho um lugar de raiva dentro de mim agora. Espero que não me mate. ”

Trump
CRÉDITO: Go Nakamura / Getty Images

No ano passado, Sinatra revelou que seu pai Frank “odiava” Trump. Os comentários vieram depois de o ex-presidente homenagear o cantor em um discurso recente.

Após o discurso do presidente, Mia Farrow twittou: “Frank Sinatra teria detestado Donald Trump.” A filha do cantor ‘My Way’ respondeu escrevendo: “Ele realmente o detestava.”

Esta não é a primeira vez que Nancy fala sobre Trump em relação a seu pai. Em 2017, ela fechou o presidente após relatos de que ‘My Way’ seria tocado em sua posse.

Questionada sobre seus pensamentos sobre Trump potencialmente ainda usando a música, Nancy disse: “Basta lembrar a primeira linha da música”. A primeira linha da música é: “E agora, o fim está próximo.”

Refletindo sobre essa mensagem na nova entrevista, Sinatra disse: “Sim, provavelmente fui muito franco para mim mesmo Boa. Mas minha paixão estava muito alta. ”

Ela também revelou que nunca chama Trump pelo nome em uma conversa. “Sempre tentei desesperadamente nunca mencioná-lo e, se o fizesse, teria sido com ‘t’ minúsculo”, disse ela.

Newsletter

Mais Noticias

formula-e:-lucas-di-grassi-vence-primeira-de-duas-etapas no-mexico

Fórmula E: Lucas di Grassi vence primeira de duas etapas no México

O brasileiro Lucas di Grassi venceu a primeira das duas etapas da temporada 2021 da Fórmula E na cidade de Puebla (México). Neste sábado (19), o piloto cruzou a linha de chegada em segundo, atrás de Pascal Wehrlein, mas foi beneficiado por uma infração técnica cometida pela Porsche, escuderia do rival alemão, herdando a primeira colocação. A segunda das provas em Puebla […]

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo