Série Desvendando a Urna: o código-fonte do software de votação não é aberto à comunidade?

Confira essas e outras respostas para informações falsas que circulam na internet na série de reportagens produzidas pela Comunicação do TSE

O código-fonte do software de votação não é aberto à comunidade? À comunidade em geral, não. Mas, como forma de dar ainda mais transparência ao processo eleitoral, atualmente, é permitido aos representantes técnicos dos partidos políticos, ao Ministério Público, à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e à Polícia Federal, entre outras entidades, acompanhar todo o desenvolvimento dos sistemas eleitorais, com acesso ao código-fonte do software de votação e de todo o conjunto de software da urna eletrônica.

Série

O conteúdo da série “Desvendando a Urna” também pode ser conferido no TikTok e nas redes sociais do Tribunal.

Você sabia que nunca houve confirmação de fraude na urna eletrônica? Esse é o assunto da próxima matéria da série. A explicação você confere nesta quinta-feira (22).

RC/LC, DM

Leia mais:

15.10.2020 – Série Desvendando a Urna: softwares maliciosos podem ser inseridos no equipamento?

13.10.2020 – Série Desvendando a Urna: o equipamento é suscetível a ataques internos?

08.10.2020 – Série Desvendando a Urna: o sistema é vulnerável a ataques pela internet?

06.10.2020 – Série Desvendando a Urna: a votação é segura?

01.10.2020 – Série Desvendando a Urna: equipamento é projetado por empresas privadas?

Últimas notícias postadas

Recentes