A deputada estadual Isa Penna (PSOL-SP) anunciou nesta terça-feira (30) que irá ingressar com um mandado de segurança na Justiça para que o plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) vote a cassação do deputado Fernando Cury (Cidadania-SP).


:: Relembre: Vídeo flagra parlamentar Fernando Cury em assédio contra deputada em sessão da Alesp::

Já nesta terça-feira (30), o presidente da Casa, Carlão Pignatari (PSDB), decidiu que não vai colocar em votação em plenário a cassação de Cury por quebra de decoro, mas apenas sua suspensão.

A deputada Isa Penna, então, resolveu levar a questão à Justiça, conforme comentou em redes sociais:

“Estou judicializando o Caso de Assédio que sofri na Assembleia Legislativa! Acabo de protocolar, junto ao deputado Emidio de Souza (PT), que foi o relator do caso no Conselho de Ética, um Mandado de Segurança pedindo que o plenário VOTE a cassação de Fernando Cury!

“É inaceitável que o assediador continue legislando normalmente com uma punição branda que não tira seus direitos políticos, apenas o afasta por 119 dias com salário garantido para todo seu gabinete. Isso se votarem a favor desta punição. Vou atrás dos meus direitos e de justiça!”

 

Estou judicializando o Caso de Assédio que sofri na @AssembleiaSP!

Acabo de protocolar, junto ao deputado @EmidioDeSouza_, que foi o relator do caso no Conselho de Ética, um Mandado de Segurança pedindo que o plenário VOTE a cassação de Fernando Cury!

— Deputada Isa Penna #VacinaParaTodos (@IsaPennaPsol) March 30, 2021

Edição: Poliana Dallabrida

Brasil de Fato

Agência Brasil de Fato traz notícias do Brasil e do mundo, a partir de uma visão popular. Notícias, entrevistas e artigos de opinião