Lula troca comando do Exército treze dias após ataques em Brasília

2 mins de letura
lula-troca-comando-do-exercito-treze-dias-apos-ataques-em-brasilia
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou a substituição do comandante do Exército neste sábado (21). Ele desligou o general Júlio César de Arruda do cargo, agora assumido pelo atual comandante militar do Sudeste, general Tomás Miguel Ribeiro Paiva.

Um dia antes da mudança, Lula realizou uma reunião com os chefes das forças armadas e Arruda estava no evento. Foi a primeira reunião desde os atentados contra a democracia de 8 de janeiro, em Brasília.

A conversa contou também com presença do ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, e os comandantes da Marinha, almirante Marcos Sampaio Olsen, e da Aeronáutica, brigadeiro Marcelo Kanitz Damasceno.

Júlio César de Arruda ocupava o cargo interinamente desde 30 de dezembro do ano passado. Ele estava à frente do Exército durante os ataques às sedes dos três poderes na capital federal.

Defesa da democracia

Na última quarta-feira (18), o general Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, que agora assume o comando do Exército, fez um discurso enfático em defesa das instituições democráticas e do respeito aos resultados das urnas.

“Não interessa quem está no comando: a gente vai cumprir a missão do mesmo jeito. Isso é ser militar. É não ter corrente. Então, essa é a mensagem que eu tenho e que eu quero trazer para vocês. No que pese turbilhão, terremotos, tsunamis, nós vamos continuar ímpetos, coesos, respeitosos e garantindo a nossa democracia. Porque democracia pressupõe liberdade, garantias individuais, políticas públicas e, também, é o regime do povo, alternância do poder. É o voto.”

O discurso foi realizado durante uma cerimônia no Quartel-General Integrado, em São Paulo, que homenageou militares brasileiros que atuavam com as forças de paz da ONU e morreram no terremoto de 2010 no Haiti.

Reações

A decisão do presidente Lula causou repercussão nas redes sociais. 

Fortíssimo o simbolismo do presidente @LulaOficial ao exonerar o comandante do Exército, Júlio César de Arruda, durante sua visita ao povo yanomami, em Roraima. Das terras de um dos grupos mais agredidos pelo bolsonarismo e o partido militar, o líder petista combate o golpismo.

— Breno Altman (@brealt) January 21, 2023

URGENTE

Lula demite comandante do Exército, acusado de prevaricação e cumplicidade com golpismo bolsonarista. Será nomeado o general Tomas, comandante do Sudeste, que ontem fez proclamação pública de fé democrática.

GRANDE DIAhttps://t.co/6GLEPnTQwG https://t.co/6GLEPnTQwG

— Christian Lynch (@CECLynch) January 21, 2023

Lula exonerou o comandante do Exército, general Júlio César de Arruda. Foi Arruda quem disse a Dino que os golpistas do QG do Exército não seriam presos. Entra o comandante militar do Sudeste, general Tomás Miguel Ribeiro Paiva, defensor da democracia. #SEMANISTIA

— Chico Alencar (@chico_psol) January 21, 2023

Edição: Thales Schmidt

Brasil de Fato

Brasil de Fato é um site de notícias e uma agência de rádio brasileira, que também possui jornais regionais no Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Pernambuco.[1] Possui uma rede nacional e internacional de jornalistas, colaboradores, articulistas e intelectuais de esquerda.

Mais Notícias

Ativar Notificações OK Agora não
Which Notifications would you like to receive?