31.2 C
Rio de Janeiro
- Publicidade -

Felipe Neto e Pablo Jamilk criam polêmica com Alvares de Azevedo e Machado de Assis nas redes sociais

- Publicidade -
Diário Carioca Google News

Recentemente Felipe Neto, criticou escolas que forçam adolescentes a leituras complexas, como Alvares de Azevedo e Machado de Assis. Na opinião do influencer, esses não são autores adequados para adolescentes, e forçar a leitura dessas obras faz com que os jovens achem a literatura um saco. O post causou revolta em muitas pessoas nas redes sociais.  

No meio de toda polêmica o Doutor em letras Pablo Jamilk, saiu em defesa de Felipe Neto, o professor alega que é quase um crime iniciar a vida literária de um aluno no ensino médio pedindo para que ele leia livros complexos como por exemplo “O Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente.  

Para o professor há uma grande hipocrisia por parte de quem defende o ensino desse tipo de literatura aos adolescentes, pois a grande maioria dessas pessoas não leem esse tipo de literatura ou leem com uma certa dificuldade.  

Pablo, explica que existem diversas questões que criam um abismo entre o estudante e a leitura desses clássicos, dentre elas: A linguagem, a trama, a época de que se fala, o arcabouço cultural do autor e o propósito da leitura, além de questões sociais. 

Por exemplo, jovens que vão à escola apenas para comer a merenda, pois não possuem comida em casa, os que passam o dia assistindo TV, jogando na internet, no Youtube, os que fazem aula de judô, inglês, empreendedorismo e violão não conseguem interpretar tranquilamente esses textos.  

“Empurrar um Casmurro goela abaixo de um aluno do ensino médio é uma batalha de Davi contra Golias, em que Davi não tem braços, atiradeira; está vendado e meio bêbado”…Pablo Jamilk 

Segundo o professor a culpa de tudo isso está na própria língua que sofre mudanças drásticas a cada ciclo de 10 anos (novo léxico, nova forma), o fato de não haver espaço para literatura na TV, o fato de a leitura ser base para questões de prova, não para fruição.  

Outro motivo é que os professores de literatura vivem em um mundo afastado daquilo que o aluno vive ou lê.  

É responsabilidade do professor atualizar-se e “traduzir” a obra, mas poucos o fazem de forma digna. Deve-se parar com a mania de cobrar literatura em vestibular, porque o aluno só “vai ler aquele texto”, porque cai em uma prova e ele precisa da nota. Sabe o que ele busca, então? 

Ele busca resumo de livro, afinal, isso permite ler tudo aquilo em menos tempo. Depois, nunca mais vai querer saber daquele texto. A literatura brasileira (de cânone) é extremamente complexa, multifacetada e profunda. Muitos professores formados em Letras que não se aventuram. 

Confira toda a reflexão do professor Pablo Jamilk, no link: https://twitter.com/Pjamilk/status/1353679169062924289?s=08

Procurando emprego? Setor de tecnologia tem mais de 200 vagas

A NAVA Technology for Business, empresa de tecnologia especialista na oferta de plataformas e serviços, está com 200 vagas abertas

Marketing de influência: como o BBB se transformou num grande aprendizado para as marcas

Associar a imagem de uma marca a uma personalidade, a fim de gerar visibilidade, já era uma prática corriqueira e se popularizou com as celebridades criadas nas redes sociais

Cinemark aposta em conteúdo original e faz parceria com a Huuro

Em março, a Cinemark entra de cabeça no universo da produção de conteúdo através da nova parceria com a Huuro

Regras para autenticação de livros digitais são publicadas

Conselho Federal de Contabilidade (CFC) participou da confecção do documento, enviando sugestões por meio de ofícios

Thathi e Herbert Viana lançam “Não Sei Se Te Contei”

Com frase de Dona Canô na letra, somada à história especial vivida por Thathi com o artista, Herbert Vianna topou fazer seu primeiro feat em 10 anos

No Teatro Laura Alvim, ex-jagunço “Riobaldo” reflete sobre sua vida e seus amores

Estreia no Teatro Laura Alvim de “Riobaldo", monólogo inspirado na obra de João Guimarães Rosa, estrelado por Gilson de Barros

Orla carioca estampa imagens do Rio antigo

Exposição com imagens do IMS faz parte de homenagem da Prefeitura do Rio, Riotur e Orla Rio ao aniversário da cidade

Governo dos EUA revoga restrições de vistos de imigrantes

Daniel Toledo, advogado especialista em Direito Internacional, explica os principais pontos das medidas tomadas pelo presidente Joe Biden

Horóscopo de terça-feira 02 de março de 2021

Confira a previsão do horóscopo do dia 02 de março de 2021 e fique por dentro de tudo o que o seu signo lhe reserva para o amor, dinheiro e saúde.