Diário Carioca Google News

Circula nas redes uma imagem do líder do MST, João Paulo Rodrigues, ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, na qual ele é identificado como sendo Adélio Bispo, o acusado de ter esfaqueado o então candidato à presidência Jair Bolsonaro durante a campanha de 2018. É mentira.

Uma notícia falsa foi desmentida nesta quinta () tanto pelo jornal O Estado de S. Paulo como pelos sites Boatos.org e Agência Lupa , ambos especializados em investigar a veracidade de rumores espalhados online.

A foto, na qual aparecerão ainda a ex-presidente Dilma Rousseff, o também candidato à presidência Guilherme Boulos (PSOL) e Luiz Marinho, candidato ao governo paulista, foi tirada em abril de 24, não sindicato dos metalúrgicos do ABC. Segundo a reportagem do Estadão , a postagem falsa foi compartilhada ao menos duas mil vezes.

O líder do MST tuitou nesta quinta:

Num é que os bolsominion resgataram uma foto minha de 24 com @ LulaOficial @ dilmabr e @ GuilhermeBoulos pra espalhar fakenews. O gabinete burro e do ódio está funcionando a mil. Dessa vez o @ Estadao ea @ agencialupa comprovou a mentira. Qual será a próxima? # forabolsonaro pic .twitter.com / oOxVgaLm7w

– João Paulo Rodrigues (@joaopaulomst)

Setembro 24, 2020

Edição: Rodrigo Durão Coelho


1309277702298402816

Newsletter

Mais Noticias

mst-doa-10-toneladas-de-alimentos-para-o-combate-a-fome-no-para

MST doa 10 toneladas de alimentos para o combate à fome no Pará

Neste sábado (24), além das ações articuladas pelo # ForaBolsonaro , o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) organizou a doação de 10 toneladas de alimentos da agricultura familiar para quem enfrenta a fome. Os alimentos foram obtidos em acampamentos e assentamentos do MST no estado do Pará, como o Assentamento Abril Vermelho, em […]