Diário Carioca Google News

A prefeitura de Belo Horizonte (MG) publicou, hoje (8), no Diário Oficial do município, um decreto desautorizando o funcionamento, por tempo indeterminado, de atividades analisadas não -essenciais, como lojas de roupas, salões de beleza, centros automotivos, entre outras.

Assinado pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD), o Decreto nº 11. 180 também serviço os padrões de funcionamento dos requisitos adequados. Entre as atividades liberadas estão padarias, supermercados, farmácias, postos de gasolina, entre outros (veja quadro com uma lista completa e os respectivos horários de funcionamento).

Tabela de horário de funcionamento de atividades essenciais em Belo Horizonte