Diário Carioca Google News

presidente-da-bolivia-revoga-decreto-de-antecessora-que-liberava-uso-de-transgenicos

O presidente da Bolívia, Luis Arce, revogou nesta semana o decreto supremo 4232, que liberava a introdução de sementes transgênicas em cultivos considerados base da matriz alimentar do país. A medida havia sido aprovada no dia 7 de maio de 2020, sob a gestão da golpista Jeanine Áñez. Para marcar as mudanças promovidas pelo atual governo, a revogação foi anunciada na última quinta-feira (24), durante a celebração do Dia Mundial da Mãe Terra. 

Além disso, o chefe de Estado também enviou a proposta de criação de uma leia de proteção à fauna silvestre nacional. 

“Eliminamos o abuso do governo de fato anterior que introduziu, com apenas um decreto e sem nenhuma vergonha, toda a cadeia de transgênicos no nosso país. No trigo, no milho, em tudo”, afirmou Arce durante a inauguração da Expo Feira Mãe Terra.

Leia também: Como o MST se propõe a enfrentar o agronegócio plantando soja orgânica

O texto original orientava o Comitê Nacional de Biosegurança a diminuir o tempo dos procedimentos de avalaição da introdução de sementes geneticamente modificadas de milho, cana de açúcar, algodão, trigo e soja.

O decreto de Áñez também feria a Constituição da Bolívia, promulgada em 2009, durante o primeiro mandato de Evo Morales, que determina: “o Estado deve garantir a segurança alimentar, através de uma alimentação saudável, adequada e suficiente para a toda a população”.

Cerca de 85% das sementes transgênicas utlizam o glifosato, um dos agrotóxicos mais cancerígenos disponíveis no mercado, no seu cultivo.

Na Bolívia são cultivados 3,3 milhões de hectares, segundo o Instituto Nacional de Inovação Agropecuária e Florestal (Iniaf). Em quase todas as regiões, as plantações contam com sementes certificadas, sementes crioulas e o incentivo ao uso de fertilizantes naturais. Segundo dados da Organização das Nações Unidas para Alimento e Agricultura (FAO), existem cerca de 36 variedades de milho boliviano.

Até o momento, os bolivianos só consomem sementes trangênicas de soja, do tipo RR1, sem aplicação de glifosato. 

Edição: Vinícius Segalla


Newsletter

Mais Noticias

Lo que no dicen de Cuba

No empezó con Biden, hay que decir. Desde el 2017 vienen martillando la falacia de un estallido social en Cuba con su solución mágica, la “intervención humanitaria”

Brasil de Fato

Agência Brasil de Fato traz notícias do Brasil e do mundo, a partir de uma visão popular. Notícias, entrevistas e artigos de opinião