Diário Carioca Google News


A ex-peoa Raissa Barbosa participou do SuperPop dessa quarta-feira (10) e abriu o jogo durante o quadro Palavra-chave.

Destaque na última edição de A Fazenda, a modelo comentou sobre a síndrome de borderline e explicou porque não levou o remédio para o confinamento. “Achei que não fosse precisar, porque pensei que seria muito tranquilo. Fui pensando ‘vai ser muito legal, não vou me estressar’”, pontuou.

Raissa descobriu a doença em outubro de 2019, com a ajuda do ex-namorado estudante de medicina. “Ele me falava que não era normal uma pessoa estar muito bem e do nada mudar de humor. Mas na minha cabeça era normal porque eu sempre fui assim”, compartilhou, mencionando que só havia necessidade de tomar a medicação em momentos de pico de estresse.

“Na época em que o médico me receitou o estabilizador de humor, ele disse: ‘Você só toma quando tiver uma raiva muito forte’, então eu não tomava porque não estava tendo esses momentos. Na pandemia, sozinha em casa, não tinha nada que me irritasse. Só que lá dentro era toda hora.”

Após os momentos de atrito entre Raissa e outros participantes do reality show virem à tona, sua assessoria compartilhou uma nota explicando a situação da acriana. “Acho que ajudou muita gente que também tinha [a síndrome] e não sabia. E as pessoas confundem borderline com bipolaridade, mas são coisas diferentes”, concluiu.

Redação do Diário Carioca

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo