Diário Carioca Google News

Foi sancionada pelo Executivo e publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (21/07) a Lei 9.369/21, que obriga o Instituto de Segurança Pública (ISP) a publicar anualmente um dossiê sobre os homicídios culposos e lesões corporais causados por atropelamentos ferroviários. Nomeado “Dossiê Joana Bonifácio”, o projeto das deputadas Renata Souza e Mônica Francisco, ambas do PSol, faz referência à jovem de 19 anos morta após um atropelamento, em 2017.

A proposta prevê que o dossiê sistematize os dados relacionados a atropelamento ferroviário e demais acidentes nas estações, plataformas e vagões.

Em 2017, segundo o ISP, foram 66 casos de atropelamento, 30 a mais do que em 2016 e 41 a mais do que em 2015.

“Muito embora o ISP apure esses dados, não há uma publicização obrigatória e periódica no sentido de fomentar o enfrentamento preventivo e qualitativo desses crimes ocorridos nos trens da Supervia”, justificaram as autoras.

O texto ainda obriga as delegacias de polícia a fazer o registro de ocorrência identificando o local do crime informado pela vítima ou seu responsável. As ações serão custeadas pelo Fundo Estadual de Investimentos e Ações de Segurança Pública e Desenvolvimento Social (FISED).

Veto parcial

O Executivo vetou o parágrafo único do artigo 1º que sugeria a inspeção da Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes do Estado do Rio (Agetransp), que ficaria encarregada de verificar nas estações o espaçamento entre a entrada da composição e o vão da estação. Segundo o governador, Cláudio Castro, a determinação esbarra no princípio de separação entre os poderes e por isso foi vetada.

Newsletter

Mais Noticias

Lo que no dicen de Cuba

No empezó con Biden, hay que decir. Desde el 2017 vienen martillando la falacia de un estallido social en Cuba con su solución mágica, la “intervención humanitaria”

Redação do Diário Carioca

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *