25.9 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, janeiro 19, 2022

QuintoAndar muda sua marca e reafirma posição de destino de moradia

Com novo posicionamento, plataforma quer continuar expandindo produtos e serviços para ajudar mais pessoas a morarem melhor

TJRJ suspende prazos e atividades forenses na Cidade do Rio nesta sexta-feira (21/1)

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, suspendeu os atos processuais e o expediente forense da próxima sexta-feira, dia 21 de janeiro, na capital fluminense.

Aperol lança bar no Bondinho Pão de Açúcar

Que tal experimentar o Aperol Spritz perfeito, em um dos cenários mais conhecidos e icônicos do mundo? Essa é a proposta de Aperol Spritz para esse verão, ao anunciar a abertura do Aperol Spritz Sunset Bar no Bondinho Pão de Açúcar.
Rio de JaneiroMaricá: Procon-RJ instaura ato sancionatório contra Enel por interrupção na energia elétrica
- Publicidade -

Maricá: Procon-RJ instaura ato sancionatório contra Enel por interrupção na energia elétrica

- Publicidade -

O Procon Estadual do Rio de Janeiro instaurou um ato sancionatório em face da Ampla Energia e Serviços S.A. após ação de fiscalização que apurou denúncias de consumidores de Maricá e identificou violação dos direitos do consumidor. Moradores relataram aos agentes casos de interrupção do fornecimento de energia, intermitência na prestação do serviço, oscilação na rede, dificuldade e demora no atendimento das solicitações de restabelecimento, além de transtornos materiais. A empresa poderá ser multada em atéR$ 10milhões.

Em uma das residências visitadas, localizada na Rua das Gaivotas, não havia fornecimento de energia elétrica. A moradora informou que faz uso de aparelhos médicos emergenciais que necessitam do serviço contínuo. Relatou ainda que a intermitência do serviço é constante, especialmente em datas festivas e que, no último dia do ano de 2020, ficou quatro horas sem luz.

- Advertisement -

Na Av. Maysa, um dosmoradores citouque a interrupção do serviço é constante, por períodos superiores a nove horas, ocasionando inutilização de alimentos. Em todos os endereços vistoriados, a reclamação sobre falta de energia elétrica foi recorrente.

O presidente do Procon-RJ, Cássio Coelho,afirma: “Oserviço de energia elétrica é essencial à vida. A empresa tem o dever de adotar melhorias técnicas e estruturais necessárias para disponibilizar um serviço digno e com regularidade para a população”

Veja Mais Notícias do Diário Carioca

- Publicidade -
- Publicidade -

Confira Outros Assuntos

- Publicidade -

Notícias Mais Lidas

- Publicidade -