26.1 C
Rio de Janeiro
2 dezembro, 2021

OMS diz que 3ª dose piora acesso de países pobres às vacinas contra a covid

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Genebra, 12 nov (EFE).- A terceira dose da vacina contra a covid-19 sendo aplicada em vários países está dificultando o acesso às duas primeiras doses em países pobres, disse nesta sexta-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS), revelando que diariamente estão sendo administradas seis vezes mais doses de reforço do que as iniciais.

- Publicidade -

“Este é um escândalo que deve parar agora. A grande maioria dos países está pronta para vacinar, mas precisam das doses”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva.

- Publicidade -

Os especialistas da OMS alertaram para a curva ascendente da pandemia, especialmente na Europa, onde dois milhões de casos foram registrados na semana passada, o maior número semanal desde o início da pandemia.

- Advertisement -

As mortes na Europa nesta curva ascendente – 27 mil -, foram responsáveis por metade de todas as que ocorreram no mundo.

A organização disse que para atingir a meta de ter 40% da população de todos os países vacinados até o final do ano, são necessárias 550 milhões de doses adicionais, equivalente ao que é produzido em apenas dez dias.

A OMS teria tantas doses de sobra para distribuir por meio da plataforma Covax – criada para trabalhar pelo acesso equitativo às vacinas – se a maioria dos países que se comprometeram a doar um total de 1,4 bilhão de doses cumprissem sua palavra. Por enquanto, eles entregaram apenas 20% do que foi oferecido.

Várias dessas promessas não foram cumpridas porque 30 países começaram a recomendar uma terceira dose às suas populações, em alguns casos para os grupos de maior risco e em outros para a população em geral.

“Não adianta dar reforços a adultos saudáveis ou vacinar crianças quando há profissionais de saúde, idosos e pessoas de alto risco ao redor do mundo que ainda estão esperando pela primeira dose”, disse Tedros, afirmando que a exceção deve ser quem eles têm um sistema imunológico que funciona mal e devem receber reforço. EFE

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Redação do Diário Cariocahttps://diariocarioca.com
Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

La EMA evalúa en tiempo real la vacuna de la covid-19 de la francesa Valneva

La Haya, 2 dic (EFE).- La Agencia Europea de Medicamentos (EMA) comenzó este jueves a evaluar en tiempo real los datos emergentes de la...

Rusia vuelve a registrar más de 33.000 casos por covid y no bajan las muertes

Moscú, 2 dic (EFE).- Rusia volvió a registrar hoy más de 33.000 muertes por covid-19 después de solo dos días por debajo de este...

Descubren el posible detonante de los trombos tras la vacuna de AstraZeneca

Londres, 2 dic (EFE).- Un equipo de científicos del Reino Unido y Estados Unidos cree haber descubierto el detonante para el desarrollo de unos...

EE.UU. exigirá a los viajeros un test negativo de 24 horas antes de su vuelo

Washington, 2 dic (EFE).- Estados Unidos exigirá a partir del próximo lunes a todos los viajeros que se trasladen a su territorio que presenten...

Mascarillas obligatorias al aire libre en las calles más comerciales de Roma

Roma, 2 dic (EFE).- El uso de mascarillas al aire libre será obligatorio en las calles más comerciales de Roma desde el próximo sábado,...
- Publicidade -

Agora é lei: O Tablado é patrimônio cultural e imaterial do Rio

 teatro “O Tablado” é patrimônio cultural e imaterial do estado do Rio de Janeiro. É o que declara a Lei n° 9.479/21
- Publicidade -