Diário Carioca Google News

‘Será Que Vai Chover?’ fala sobre a relação entre uma atriz, um guia turístico e um ativista social e de como o choque de visões sobre as questões sociais da atualidade possibilita o surgimento de uma grande amizade e um triângulo amoroso. A peça estreia dia 05 de Junho, no Teatro Eva Herz, na Livraria Cultura, centro do Rio de Janeiro, às 19h.

O espetáculo trata-se de uma adaptação do primeiro texto de Licínio Januário (Todo Menino é um Rei) que, em 2015, rendeu indicação de melhor texto e prêmio de melhor ator na 19ª edição do Festival de Teatro do Rio. Nos palcos, os personagens Sandra, Bruno e Yuri abordam as questões sociais, dão voz a representatividade negra e  ao samba de roda, trilha sonora da peça.

Com temporada até 25 de julho, “Será Que Vai Chover?” tem o propósito de realçar a proposta do Coletivo Preto e de Príncipes negros a televisão e o cinema com inversão de papéis: Os negros aqui são a maioria em cena. 

Sinopse:

No pulsar da percussão da vida, as ideologias de Sandra, Bruno e Yuri se chocam, deixando ainda mais turbulento e ritmado os encontros e desencontros da cidade grande. Munidos de suas visões individuais relacionadas às questões sociais contemporâneas, os três acabam seguindo caminhos desconhecidos.

 

| DIRETORES:

Orlando Caldeira é ator e circense. Formado pela Escola Técnica de Teatro Martins Pena, pela Escola Nacional de Circo e graduando em licenciatura em dança pela Faculdade de Dança Angel Vianna. Na televisão, atuou nas novelas “Boogie Oogie” e “I Love Paraisópolis”,  ambas da Rede Globo. Atuou no clipe “Como é grande o meu amor por você”, do cantor Lulu Santos, com direção de Lazaro Ramos. No teatro, atuou nos espetáculos “A Menina Edith e a Velha sentada” e no monólogo “Boquinha e assim surgiu o mundo”, com texto e direção de Lazaro Ramos; “As Aventuras do Menino Iogue”, com direção de Juliana Terra e Arlindo Lopes; e “Maravilhoso”, ­ direção Inez Viana e com temporadas no Rio de Janeiro e Bogotá­ (Colômbia). Na cia de teatro carioca Troupp Pas D’argent, atua nos espetáculos “Cidade das Donzelas”, “Holoclownsto”, “Morro da Ópera” e “Lavagem”, que foram apresentados no Brasil, Londres, Itália e Chile. Ministrou oficinas de teatro no Chile, Itália, Londres e Brasil.

 

Matheus Marques iniciou seus estudos em teatro aos 8 anos e trabalha com essa arte desde os 14. Já participou dos espetáculos “Chicago”, “Lori e sua Caixinha de Segredos”, “A Viagem de Ícaro”, “O Mágico de Oz”, “Alice no País das Maravilhas”, entre outros. Trabalhou com os diretores Marco dos Anjos, Marcello Caridade, Iran Melo, Jean Vitt, Cristiane Sanctos, e outros. Foi monitor da Prof. Dr Martha Ribeiro, no departamento de Artes da UFF Niterói, nas disciplinas Direção de Espetáculos e Experimentos Poéticos. Cursou O Tablado, Com Johaynne Hildefonso, a CAL, com Liane Maya e Marco Rodrigo; cursa atualmente a Escola de Atores Wolf Maya, tendo aulas com Flávia Pucci, Alexandre Mello, Marly Santoro de Brito, Wolf Maya e Daniela Visco. Autor e Diretor do esquete “Serial”, apresentado no 4º FESTURio e no 12º FESQ onde foi indicado ao prêmio de Melhor Texto Original. Dirigiu o esquete “Entre Nós e Laços”, apresentado no 5º FESTURio em 2015.

|ELENCO:

Eli Ferreira (A Sandra) – Uma das atrizes cariocas mais promissoras dos últimos tempos. Após passar pelas escolas “Nossa Senhora do Teatro”, “Escola Técnica Martins Penna”, CESGRANRIO, AMOK e entre outros, ela apresentou programas institucionais da Eletrobras e da Oi TV Varejo. Fez parte do elenco de espetáculos teatrais como “Respirar”, “Tambores de Zumbi” e “O Santo Inquérito”. No cinema, foi Dandara em “Rio eu te amo” e Glória, em Amor Assombrado. Na televisão, participação de produções como “Sexo e as Negas”, “Império”, “Malhação, pro dia nascer feliz” e “Tempo de Amar”.

Licínio Januário (O Bruno) – Residente no Brasil há 10 anos, Licínio Januário é ator, dramaturgo, roteirista e produtor cultural. Premiado melhor ator na 19ª edição do Festival de Teatro do Rio de Janeiro (2015), com o primeiro trabalho autoral, o espetáculo “Todo Menino é um Rei”. Também instrutor de capoeira e percussionista. Participou de projetos teatrais como “Romeu na roda” (2013), com direção de Claudio Gonzaga. “O baile dos capoeiras” e “a Alma encantadora das ruas”, direção de Regina Miranda (2014).  “Favela, o musical”, dirigida por Marcio Vieira (2017). “Guanabara Canibal”, dirigida Marco André Nunes (2017). Seu último trabalho autoral foi o espetáculo “Lívia”, junto do seu coletivo, denominado “Coletivo Preto”. O mesmo estreou no Teatro Eva Herz (Livraria Cultura RJ), e passou pelos teatros Parlapatões(SP) e Maria Clara Machado(RJ).  Integrante do Coletivo Preto e idealizador e curador do movimento teatral Segunda Black.

 

Matheus Corcione ( O Yuri ) – Ator carioca, começou sua carreira no teatro em 2010, passou pelas escolas “O Tablado”, “ArtCênicas”, e “PUC-Rio”, participando de inúmeras montagens teatrais. Atualmente está cursando o 3º período de teatro na faculdade Cândido Mendes. Entre os trabalhos, em seu currículo destacam-se as peças: “Bailei na curva”, “Romeu e Julieta (2 montagens), “Lisístrata” e os filmes “Na batalha” (websérie) e “O presente” (curta metragem). Em 2017, estreou nos cinemas com o longa metragem “Chocante”, produção da Casé Filmes e da Globo Filmes, e em 2018 passou a integrar o elenco de “Suburbanos”, no canal Multishow.

Em cena também constam o musico e produtor musical Chico Brum e o  ator, ativista, dançarino e percussionista Reinaldo Junior, idealizador do Grupo Emú, do Coletivo Confraria do Impossível e do Segunda Black. Ele fez  parte de grandes produções como “Mercedes”, “Salina-A Última Vértebra” e “Guanabara Canibal”.

 

Serviço:

SERÁ QUE VAI CHOVER?

ESTREIA 5 DE JUNHO – 19H

Temporada: de 5 de Junho a 25 de Julho – 19h – 16 apresentações

Local: Teatro Eva Herz (Livraria Cultura)

Endereço: Rua Senador Dantas, 45. Cinelândia – (21) 3916-2600

Dias: Terças e Quartas

Horário: 19h

Gênero: Comédia Dramática

Duração: 80 min

Faixa Etária: 14 anos

Lotação: 178 lugares

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) / 20,00 (meia)

http://www.teatroevaherz.com.br/teatro/

Newsletter

Mais Noticias

Redação do Diário Carioca

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *