Diário Carioca Google News

No dia 2 de maio estreia na HBO Max e na HBO a série brasileira COISA DE MENINO. Com produção executiva de Tatiana Issa e Guto Barra, que assinam a direção de PACTO BRUTAL: O ASSASSINATO DE DANIELA PEREZ, e direção também de Issa e Paula Buarque, a produção mostra como o enraizado machismo brasileiro é passado às novas gerações, o que é hoje reconhecido como “masculinidade tóxica”. A série tem cinco episódios, que serão lançados semanalmente, às terças-feiras, na plataforma e no canal.

“Homem não chora”. “Menino tem que ganhar no futebol”. “Sem dor não há vitória”. “Não demonstre seus sentimentos”. Esse tipo de comportamento, que sempre foi ensinado como “coisa de menino”, tem sido cada vez mais questionado. Como o papel do homem na sociedade pode ser repensado? É nesse debate desafiador que COISA DE MENINO é construída, propondo reflexões e questionando valores, costumes e pilares da sociedade brasileira.

Advertisement

A série traz à tona questões ligadas à criação e à educação de meninos por meio de contrastes, matizes e contradições, além de colocar em xeque velhos e novos conceitos sobre o comportamento masculino. A produção ainda mergulha a fundo no universo de 11 famílias e apresenta histórias das mais diversas configurações e situações familiares, como mães solo com filhos na adolescência, pais que estão em tratamento psicológico por traumas de infância e um pai alcoólatra em recuperação denunciado pela ex-mulher.

No enredo, um só conflito dita o ponto de partida: de que maneira a criação dos anos 70 ou 80 interfere na forma como pais e mães criam hoje seus meninos? Estariam eles replicando conceitos pré-concebidos de como se cria “um homem de verdade”?

COISA DE MENINO é uma coprodução HBO e Producing Partners. Guto Barra e Tatiana Issa são os produtores executivos. Tatiana Issa e Paula Buarque assinam a direção

Redacao

Equipe de jornalistas, colaboradores e estagiários do Jornal DC - Diário Carioca

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *