Diário Carioca Google News

No Brasil, segundo dados do IBGE, 95% das pessoas que possuem celular utilizam aplicativos de mensagens, inclusive no trabalho. Com o crescimento dessa poderosa ferramenta de comunicação, ela passou a ser também uma grande aliada nos negócios. Os cariocas Lucas Angi, de 25 anos, e Victor Coutinho, de 26 anos, amigos de infância apaixonados pelo empreendedorismo, viram nesse segmento uma oportunidade. Nasceu assim o Aarim, primeira plataforma de vendas 100% no WhatsApp.

Lançado em 2019, o Aarim funciona como um marketplace dentro do WhatsApp, onde é possível encontrar restaurantes, farmácias, mercados, pet shops, marcas de vestuário esportivo, entre outros tipos de serviços. Mais do que uma plataforma de delivery, é um assistente virtual que possibilita que a jornada de compra do usuário seja feita integralmente pelo aplicativo de mensagens, desde o primeiro acesso, passando pelo pagamento e indo até a finalização do pedido. É possível ainda fazer agendamentos e programar take away, funcionalidades que otimizam a experiência de compra.

Realizar o pedido é muito simples. Basta enviar uma mensagem para o número (21) 96744-6767. O cliente automaticamente recebe uma resposta do bot Gênio Aarim que inicia a comunicação. Ao informar seu nome, CEP e dizer o tipo de serviço que procura, o usuário recebe uma lista com as opções de estabelecimentos mais próximas do seu endereço. Na sequência o bot envia o catálogo de produtos, o cliente escolhe seu pedido por mensagem de texto ou áudio e o pagamento é feito diretamente por um link, gerado pela Stone, ou no ato da entrega.

“Erro humano, atraso no atendimento, desorganização dos pedidos, desconhecimento do cliente e falta de clareza na gestão de resultados são alguns dos problemas que podem surgir com uma certa frequência para quem vende pelo WhatsApp. É neste cenário que o Aarim surgiu, para proporcionar mais controle, segurança, agilidade e tecnologia ao empresário”, explica o CEO e cofundador da marca, Victor Coutinho.

Com a pandemia da Covid-19 e a necessidade de empresas aderirem ao delivery para se manterem ativas, em 2020 os sócios viram o negócio explodir, uma vez que as vendas por WhatsApp se tornaram uma saída econômica e prática para quem não possui site ou aplicativo de e-commerce. Com a ajuda do Aarim centenas de pequenas e médias empresas passaram a vender online. “No início da pandemia chegamos a ser o principal canal de vendas de uma grande marca de comida japonesa no Rio de Janeiro, correspondendo a um share de mais de 35% dos pedidos”, revela Victor.

Em pouco mais de 2 anos de atividade a empresa já conta com mais de 600 negócios cadastrados no seu marketplace e cerca de 3.000 unidades já com contrato fechado. Entre os diferenciais, além do pagamento direto dentro da conversa do WhatsApp, estão também a possibilidade de integração com sistemas de gestão de pedidos no ponto de venda e suporte na área de logística, quando o estabelecimento não conta com entregadores próprios. A plataforma oferece ainda uma equipe de atendimento disponível 12 horas por dia em todos os dias do ano. Aliado a isso, ela ainda serve como ponte entre o cliente e o estabelecimento, permitindo que os lojistas tenham acesso aos dados de seus usuários, facilitando a identificação do perfil do cliente e a utilização dessa informação para trabalhos de reativação e remarketing.

Com o amadurecimento da plataforma, em 2021 surgiu o AWL, Aarim White Label, segmento que permite a personalização do assistente virtual para empresas de diferentes segmentos. No AWL a comunicação com o cliente corresponde à identidade da marca: foto e bio personalizada, linguagem e vocabulário próprio, além de um número de contato exclusivo. Diversas empresas já aderiram ao AWL como a pizzaria delivery Forneria Original, hamburgueria B, de Burger, lojas de conveniência AmPm, lojas oficiais do Flamengo, o Grupo Trigo (Spoleto, Koni e Gurumê), entre outros.

Em sua breve trajetória a empresa já alcançou reconhecimento. A startup foi convidada para participar no próximo mês do evento Super Bots Experience 2021,  seminário pioneiro no Brasil sobre chatbots e inteligência artificial que reúne grandes executivos de companhias como Itaú, Bradesco, Whatsapp e TIM

Newsletter

Mais Noticias

Lo que no dicen de Cuba

No empezó con Biden, hay que decir. Desde el 2017 vienen martillando la falacia de un estallido social en Cuba con su solución mágica, la “intervención humanitaria”

Redação do Diário Carioca

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *