Diário Carioca Google News

viralizado-nas-redes,-video-denuncia-agressao-da-guarda-municipal-a-ambulante-em-ipanema-(rj)

Um vídeo que está circulando nas redes sociais desde o último domingo (25) mostra um vendedor ambulante negro com o rosto machucado e sangrando, durante uma abordagem da Guarda Municipal do Rio de Janeiro. O episódio aconteceu no bairro de Ipanema, zona sul da cidade. 

Leia também: Prisão virou carta branca para variadas violações, diz pesquisadora

No vídeo, em meio a confusão, o próprio vendedor de mate, chamado André dos Santos Mury, e pessoas que estavam ao redor denunciam que os agentes o espancaram e usaram armas de choque em uma abordagem extremamente violenta. 

“Bateram nele de graça e agora querem levar ele embora. Ele estava vendendo suas coisas. Eu vi tudo”, diz uma das pessoas não identificadas no vídeo que acompanhou o episódio. 

É possível ver nas imagens gravadas pelo jornalista Guga Noblat, um carro da Guarda Municipal parado no meio da rua, enquanto três agentes tentam partir para cima do ambulante e são apartados por pessoas que tentam conter a investida. Ainda é possível identificar o som de arma de choque e gritos.

O vídeo mostra também que mesmo com o protesto das pessoas que acompanhavam a cena, os agentes continuam tentando cercar e levar o ambulante para a delegacia. No final, os agentes vão embora e André é socorrido.

A publicação na página do jornalista do Twitter acumula mais de 3,7 mil compartilhamentos e 12 mil curtidas. Veja abaixo:

Testemunhei a Guarda Municipal do Rio espancando um trabalhador ambulante que vende mate em Ipanema. Covardes, de tão errados ainda fugiram no fim com a pochete e celular dele. pic.twitter.com/Qi09LibmW0

— GugaNoblat (@GugaNoblat) July 25, 2021

Reação

No Facebook, o vereador do Rio Chico Alencar (Psol) publicou as imagens acompanhadas de um texto em que denuncia a ação da Guarda Municipal. Na publicação, o parlamentar ainda questiona a possibilidade do uso de armas pelos agentes – proposta defendida pelo atual prefeito Eduardo Paes (PSD).

“Vamos apurar as circunstâncias da agressão, mas, de antemão, queremos ressaltar que absolutamente nada justifica tamanha violência. Nosso mandato está acionando a GM e a Prefeitura do Rio para cobrar a apuração dos fatos e a responsabilização dos agentes envolvidos, além de reparação dos danos morais e materiais. Também vamos enviar o caso para a Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Vereadores e da Alerj para que prestem assistência à vítima, e protocolar uma Representação junto ao Ministério Público solicitando investigação”, diz o texto. 

Procurada pelo Brasil de Fato, a Guarda Municipal do Rio informou por meio de uma nota que após tomar conhecimento das imagens sua Corregedoria foi imediatamente acionada e foi aberta apuração sobre a conduta dos guardas municipais na ocorrência. 

Segundo a versão dos agentes, divulgada na nota, o episódio teria acontecido durante uma abordagem a suspeitos de praticarem furto e o ambulante teria se envolvido e ofendido os agentes. Ainda de acordo com a Guarda, ele teria resistido à abordagem e lutado com os guardas. No vídeo, no entanto, as testemunhas negam qualquer tipo de abordagem violenta do ambulante.

Edição: Mariana Pitasse


Brasil de Fato

Agência Brasil de Fato traz notícias do Brasil e do mundo, a partir de uma visão popular. Notícias, entrevistas e artigos de opinião